A Ética na Net.

  

Na Internet natural todos estamos conectados ao mesmo provedor (Deus, a Natureza).

    A forma de pensar, sentir e agir de cada pessoa cria seu login particular que funciona como um sistema primário que permite acessar os arquivos íntimos.
    Eles são armazenados no campo magnético da aura, que funciona como uma carteira de identidade universal ou como somos conhecidos na rede.
    As permissões seletivas atuam como um controle de acesso aos nossos arquivos pessoais.
    Esse mecanismo é regulado por um mecanismo denominado sintonia mental.
    Nossos mais secretos interesses relacionados com nossa forma de pensar, nossos desejos e vontades criam nosso particular sistema de buscas.
    Na Net natural, quando nos descuidamos e abrimos mão da individualidade e da soberania mental/emocional permitimos o livre acesso aos nossos sistemas e arquivos pessoais.
    O descuido mais comum é deixarmos a critério do destino ou sistema de busca automático.
    É como dar a senha para quem quiser acessar nosso e-mail, nosso login, deixando uma porta aberta para a entrada de todo tipo de vírus, malfeitos, vinganças, ódio, retaliações, destruição de sistemas...
    Um tipo de predador cada vez mais comum é o hacker de energia vital.
Certas pessoas conseguem facilmente acessar nossos reservatórios. Quando pensam em nós ou interagimos frente a frente com elas, logo a seguir nos sentimos totalmente desvitalizados, até parece que fomos atropelados.
    Como resolver a situação?
    Primeiro é preciso cuidar de mudar a senha de permissão de acesso ao nosso sistema mental – emocional.
    Fugir dessas pessoas?
    Não adianta, e ás vezes é impossível; pois pode ser pai, mãe, filho, parente, amigo, chefe, subordinado.
    Para resolver basta usar a net natural: vá para um canto e mande e-mails de bons pensamentos para essa pessoa. O lucro é certo. Se você energizou o sujeito ele não sentirá necessidade de esvaziá-lo de sua vitalidade. Depois a lei de retorno está tão acelerada que nem acabamos de mandar algo a alguém e já estamos recebendo de volta.
    Quem é nossa turma tanto numa quanto noutra Net?
  "Diz-me com quem tu andas; que eu te direi quem és..."
    Caso não aprendamos a escolher nossas companhias na Net natural criaremos um tipo de senha: “casa da maria joana. com. br”.
   Uma porta aberta para acesso aos nossos arquivos de subconsciente e até de inconsciente.
Ficamos a mercê de desejos e vontades ocultas de pessoas que nunca vimos antes.
Continua; se o sistema não cair...
Américo Canhoto

3 Comentários:

Angelica Affonso disse...

Perfeito e sob medida! Direto ao ponto! Parabéns!

Angelica Affonso disse...

Perfeito e sob medida! Direto ao ponto! Parabéns!

VCaparroz disse...

Querida Angelica, grata por deixar seu comentário, bjs.

Postar um comentário

Seu comentário é sempre bem vindo!
Comente , opine se expresse, este espaço é seu
Espero que tenha gostado do blog e que volte sempre
É muito bom ter você aqui, Agradeço
Vilma Caparroz

 
Customizado por|VCaparroz|Esquina do Tempo © Copyright | Template By Mundo Blogger |